Estes dias, uma conhecida cronista de Porto Alegre escreveu um texto sobre falta de educação e citou em sua extensa lista pais cujas crianças fazem birra em locais públicos e mães que deixam os filhos brincarem com tablets em restaurantes (“não querido, tablet não…. Estamos num comercial de margarina, então vamos fazer uma refeição de duas horas tranquilamente. Isso, sorrindo…”). Passada a frustração da carapuça que serviu, Nurit Masijah Gil, do blog Senhora Perfeitinha, decidiu relaxar. E escrever. Confira seu post sobre o assunto no blog.
 
margarina-feliz
Fonte imagem: Google