“A maternidade é divina vista de fora, e bem de longe. Quando se chega mais perto aparecem todos os defeitos, que as pessoas insistem em apontar, julgar e criticar”. A Ale Rauter, do blog Porto Materno traz esta questão tão presente no universo das mães, e potencializada com as redes sociais e mídia.
 
Encontro-2-Angi-013
 
Foto: Luciana Hoffmann
Ilustração: Mãe e filho – Gustav Klimt